Full Soluções Facebook Fan Page
Full Soluções Google Plus Page
Full Soluções Youtube Page
Full Soluções Twitter Page
CONTATO
BLOG
CLIENTES E CASES
SOLUÇÕES
^
A FULL
INÍCIO
18
nov 16
5 dicas para e-commerce de produtos de beleza

Mercado promissor e em franca expansão, o comércio eletrônico tem cada vez mais atraído a atenção de empreendedores e de consumidores. A descrença inicial com relação à venda de produtos pela internet é assunto superado e os desafios hoje se concentram em como garantir mais segurança, conforto e qualidade na venda de produtos e serviços pela internet. Em geral os procedimentos no e-commerce são os mesmos, independentemente do tipo de produto comercializado: anunciar, vender, embalar e entregar, só para citar alguns. No entanto, existem características específicas que o empreendedor precisa estar atento na hora de investir em um comércio eletrônico.

Aspectos como legislação, perfil do público-alvo e desafios a serem superados precisam ser levados em consideração de forma segmentada, afinal, vender medicamentos é diferente de vender móveis ou qualquer outro item. De acordo com o relatório WebShoppers divulgado pela E-bit, a categoria Cosméticos e Perfumaria/Saúde está entre as cinco categorias com maior volume de pedidos pelos consumidores na internet. Para não errar na hora de efetuar suas vendas, confira as dicas elaboradas pelo Sebrae:

1. Destaque a originalidade dos produtos
Uma prática criminosa, mas ainda comum no Brasil é a falsificação de produtos como perfumes e maquiagens, em especial de marcas famosas. Para evitar problemas desse tipo, as lojas virtuais voltadas para o segmento de beleza precisam estar atentas para a origem dos produtos que comercializam e destacar a originalidade dos produtos.
Destacar aspectos como segurança e qualidade dos produtos originais é uma boa estratégia para concorrer com os falsificados, mesmo que o preço dos produtos originais seja um pouco mais elevado.

2. Relacionamento com a indústria
Em geral, a indústria do segmento de beleza não se relaciona diretamente com pequenos varejistas. Essa interlocução tende a ser feita por meio de distribuidores. Deve-se sempre respeitar as regras da indústria, mas um caminho para superar essa dificuldade é buscar evidenciar que o relacionamento do consumidor final é com o varejista. É por meio dele que a percepção sobre uma marca e/ou produto vai ser formada. Por isso, pode ser interessante para a indústria não só saber onde seus produtos estão sendo comercializados, mas como isso está sendo feito.

3. Venda de serviços
O segmento de Beleza vai além da comercialização de produtos. Estabelecimentos como salões de beleza, SPAs e clínicas de estética também podem utilizar a internet para vender serviços, que serão oferecidos, geralmente, nas suas lojas físicas.
Para atrair o consumidor, podem ser trabalhadas estratégias como a venda de promoções e/ ou pacotes exclusivos pela internet. Por exemplo, quem comprar um corte e uma hidratação tem 30% de desconto na escova. A venda de serviços em sites de compras coletivas é outra opção, especialmente para empreendimentos novos que visam ganhar espaço no mercado. No entanto, como o volume de vendas nesses casos costuma ser elevado, é preciso que a empresa tenha total consciência da sua capacidade de atendimento (evitando transtornos e propaganda negativa).

4. Otimização para as ferramentas de busca
A principal vantagem de adotar estratégias de SEO é aparecer bem no resultado da busca orgânica, ou seja, aquela que não é paga. Dicas: Incluir as palavras-chave em campos estratégicos, como títulos, descrições e URLs. No título da página, usar sempre o nome do produto. O mesmo vale para a URL: ter o nome do produto no endereço da página. Utilizar breadcrumbs, ou seja, aquela linha geralmente no início da página que indica o caminho por onde o usuário navegou no seu site para chegar até determinada página (maquiagem > face > base). Preencher sempre a Meta Description do produto. Esse é o texto que aparece no resultado do Google. Na descrição do produto, utilize as palavras-chave destacadas em negrito (o Google entende que o que está em negrito/destacado tem maior relevância).

5. Redes sociais
Para definir em quais redes atuar, três perguntas são estratégicas: Qual é o perfil do seu negócio? Onde está o seu público-alvo? Com quais redes sociais ele interage mais? É importante utilizar esses espaços para estabelecer diálogos com os clientes, o que inclui responder aos comentários publicados por eles nas redes sociais. Mais do que divulgar um produto ou serviço, utilizar as redes sociais para transmitir informações e conceitos sobre tendências e lançamentos no segmento de Beleza, por exemplo. Para esse segmento, o relacionamento com blogueiras de moda pode impulsionar as vendas da loja virtual.




Fonte: http://www.amagiadomundodosnegocios.com/
Voltar ao Feed
Pesquise no Blog
Participe do Nosso Blog
Newsletter
Receba todos os lançamentos e
informativos em seu e-mail e em primeira
mão assinando nossa newsletters!


Digite seu email
Arquivo
Entre em contato
Ou faça-nos uma visita Onde estamos Full Soluções
Rua Alberto Segalla
nº1-75 Sala 229
Bauru-SP
E-mail atendimento@fullsolucoes.com.br Telefones (14) 3879-6474
(14) 3234-9364

Das 09:00 as 18:00
De Segunda a Sexta-feira.
receba nossas novidades
Informe o seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades da Full Soluções
REDES SOCIAIS
Fique por dentro, curta e compartilhe
Full Soluções Facebook Fan Page
Full Soluções Google Plus Page
Full Soluções Youtube Page
Full Soluções Twitter Page
www.FULLSOLUCOES.com.br / 2016 - Todos os direitos reservados.